Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

terça-feira, 15 de junho de 2010

Infiltrado Jesus

Achei uma forma de recortar estes assuntos por demais extensos. Imagina só pesquisa sobre os alemães,,,..que assunto dos mais gerais.,,,ao contrário da definição sobre o que é o que não é ser um árabe, penso que alemão seja quem nasce na Alemanha. Raças, etnias, rios, divisões,,..afinal de contas porque será impossível pessoas diferentes existirem, por exemplo, na extensão do Rio Nilo. Raça melhor, raça superior, raça inferior, tenha dó...

Vamos então ao recorte de hoje. Como focar estes assunto por demais obtuso? Devo ficar centrado em rio brasileiro que banhe alguma comunidade de imigrantes alemãos? Ou devo usar como ganho o sonho desta noite? Vou ficar com a segunda opção. É mais divertido. Os sonhos impedem este cartesianismo ou racionalismo ou perfeccionismo ou padronização de raças ou credos. Os sonhos facilitam. No entanto os sonhos por si só não valem, temos de alterá-los, colocar uma pitada de sal aqui outra ali, acrescentar palavras, senão o resultado da pesquisa no Gooble, digo Google, não será imprestável. Um momento, vou salvar este texto na pasta rascunho do meu blog, aliás, um dos 75 ou mais blogs,,é que este pc tá dando tela azul, de repente apaga tudo, fica somente a tela azul com uma infinidade de códigos,, assim:

1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1

1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1

1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1

1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1

1=1=

1=1

1=

=1

Todos iguais a 1 onde 1 se pode ser entendido como o chefe supremo, aquele que criou e executou a 2a. guerra mundial em nome da pureza racial ou espiritual ou sexual ou material.

Claro que as loucuras de um líder, seja liderança de um país ou religião ou empresa, nada tem a ver com o o povo, este sim, sempre acima

Voltando ao assunto do sonho desta noite....
Ah sim, sonhei com Jesus
Não me lembro ao certo do sonho, havia uns textos escritos, assim como este,
E por acaso eu não deveria dividir o sonho desta noite em 3 partes, visão, forma e conhecimento
Ah sim, vamos lá então
........
Parte 1: Visão
No sonho desta noite sonhei que postava no blog do Luis Nassif um texto cujo título era "Infiltrado Jesus".
Que coisa das mais esquisitas
Infiltarado Jesus?
Como pesquisar, será que vou encontrar algo na internet com esta frase?
Um momento, vou ver, volto já
Não achei nada
Que tal alterar o sonho, brincar, substituir palavras
Ótima idéia,,,infiltrado jesus vai virar então infiltrado alemão, quem sabe assim acho alguma coisa para o tema proposto no LNO
Achei!
Com infiltrado alemão,,,vide o momento seguinte
.....
Parte 2: forma

........
Parte 3: vocaçãoFSNOBREGA — 19 de janeiro de 2010 — "Espionagem e Esporte", titulo de uma emocionante reportagem produzida e editada pelo Jornalista Régis Rosing, foi ao ar no domingo, (17 de Janeiro de 2010) no programa esportivo da TV Globo, Esporte Espetacular. O documentário com pouco mais de 20 minutos conta como um espião do exército brasileiro se infiltrou no departamento de esportes da Alemanha Nazista, o Reichssportfeld.
Em 1936, Olimpíadas de Berlim, o audacioso brasileiro, Tenente Roberto de Pessoa disfarçado de atleta fazia parte da delegação brasileira, com 94 atletas, entre eles, João Avelange. O Tenente brasileiro acaba ganhando a confiança de Hitler e de seu Ministro de esportes do Reich Alemão, General Hans Von Tschammer.
A missão do brasileiro era trazer para o Brasil a metodologia nazista de preparação de atletas.
A 2ª missão, a de oportunidade, era entrar e buscar conhecimento na escola de paraquedistas alemã, a Fallschirmjäger, evidentemente negada por se tratar de uma força secreta de Hitler, mas acaba recebendo um convite do General Goring para cursar na escola de Planadorismo Alemã, o que acaba obtendo conhecimento nas áreas relacionadas: Pilotagem e Paraquedismo, que outrora, o curso fora negado.
Em 1939 a guerra estoura , seus amigos alemães agora são inimigos e o Tenente brasileiro toma conhecimento das atrocidades nazistas. Decepcionado, o Tenente Pessoa pede ao Governo brasileiro permissão para lutar junto aos aliados, e acaba treinando com os paraquedistas americanos em Fort Benning, nos EUA. Ele treina junto com o contingente da Airborne, a 101ª Divisão Aerotransportada. Pronto para lutar na Europa, o brasileiro, agora Capitão Pessoa, foi impedido de lutar pelo Ministro da Guerra do Brasil, o Marechal Eurico Gaspar Dutra, pois havia uma missão ainda maior: A de ser o 1º paraquedista militar brasileiro. Sem duvida, o Capitão Roberto de Pessoa, hoje, o General Roberto de Pessoa, preste à completar 100 anos é o Patrono vivo dos paraquedistas militares do Brasil.